Presidente do Conselho

Bia Doria

A artista plástica Bia Doria é a primeira-dama do Estado de São Paulo. Atuando em causas humanitárias, ela participa de projetos sociais com o Cardeal Dom Odilo Scherer, Arcebispo de São Paulo. Recentemente, auxiliou na arrecadação de fundos para a reforma da Catedral da Sé, na capital.

A primeira-dama passou uma temporada de convivência em Salt Lake City, UTAH, nos Estados Unidos, onde se concentra o maior centro mundial de ajuda humanitária em grande escala, um programa inovador de assistência humanitária coordenado pela Igreja Mormon.

 

 

Sobre o Conselho

O Fundo Social de São Paulo é dirigido por um Conselho Deliberativo formado por cinco membros, entre eles um representante da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social, e sua presidência geralmente é ocupada pela esposa do governador do Estado ou por outra pessoa escolhida por ele.

Os membros do conselho, nomeados pelo governador, têm mandato de 2 (dois) anos, podendo ser reconduzidos ao cargo. Embora não sejam remuneradas, as funções de membro do Conselho são consideradas serviço público relevante.

O Conselho reúne-se, ordinariamente, uma vez por mês e, extraordinariamente, sempre que convocado pela presidente. Funciona com a presença mínima de quatro membros, cabendo à presidente o voto de desempate.

Compete ao Conselho do Fundo Social:

– Organizar os serviços administrativos e assistenciais.

– Aprovar o plano de atividades assistenciais, acompanhando a respectiva execução.

– Dar diretrizes e parâmetros à cooperação com órgãos e entidades de promoção social e com Fundos Sociais de Solidariedade de Municípios do Estado.

– Disciplinar e fiscalizar a arrecadação das receitas, a realização das despesas e a aplicação das disponibilidades financeiras.

– Encaminhar, anualmente, ao Tribunal de Contas do Estado, a demonstração da receita e da despesa do exercício anterior, acompanhada dos respectivos comprovantes.