Portal do Governo do Estado de São Paulo

Quem Somos

O FUSSESP 

Auxiliar os cidadãos mais necessitados é uma das premissas do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, que existe desde 1968, para dar oportunidade e resgatar a dignidade de milhares de paulistas.

O Fussesp também presta apoio técnico e financeiro aos Fundos Municipais de Solidariedade dos Municípios. Com isso é possível descentralizar suas atividades e fortalecer o apoio aos municípios nas atividades sociais, unificando o tripé formado por caridade, fé e esperança em um propósito único e mais amplo: a solidariedade.

Os serviços administrativos e assistenciais do Fundo Social fortalecem o desenvolvimento de ações e a ampliação das parcerias com a iniciativa privada, órgãos do governo e com a sociedade civil para melhor atender as demandas. Esse processo concilia as políticas governamentais com o apoio das empresas que se preocupam e assumem a responsabilidade social de contribuir para a redução das desigualdades. A solidariedade dos inúmeros voluntários também é primordial na realização das campanhas para ajudar as famílias de cada município e região.

Estruturalmente, o Fundo Social é dirigido por um Conselho Deliberativo composto por sete membros, com mandato de dois anos e recondução permitida, sob a presidência da Primeira-Dama do Estado ou por outra pessoa que o governador escolher. A atual administração pratica a solidariedade educativa, criando programas e ações que visam o resgate da dignidade, a capacitação profissional, a geração de renda e criação de emprego.

Uma das principais ferramentas para isso é a Escola de Qualificação Profissional, que oferece cursos rápidos, em que o aluno aprende na prática e consegue se recolocar no mercado de trabalho com mais facilidade. Atualmente, estão disponíveis cursos de Padaria Artesanal, Moda, Beleza e Construção Civil, que geram renda e promovem a capacitação e o resgate da autoestima dos alunos.

Em 2017, o Fussep formou 1.245 pessoas. Desde 2011, mais de 180 mil cidadãos já foram capacitados pelo órgão, que promove ainda ações essenciais para a sociedade, como a Campanha do Agasalho, Agulhas em Ação, Solidariedade em Fios, Horta Educativa, Natal Espetacular, Costurando o Futuro, Jogos Regionais do Idoso – JORI e Medalha Rosa da Solidariedade.

Durante o ano todo, o Fussesp recebe ainda doações de alimentos, roupas, cobertores, colchões, kits de higiene e cestas básicas, entre outros materiais, que são distribuídos, muitas vezes com apoio da Defesa Civil, para auxiliar os cidadãos necessitados e garantir apoio emergencial em situações que exigem ajuda a famílias desabrigadas e em estado provisório de desamparo.

MISSÃO

Transformar vidas e oferecer independência, por meio da qualificação profissional, e o resgate da dignidade dos cidadãos em situação de vulnerabilidade. O Fundo Social de Solidariedade trabalha constantemente no desenvolvimento de projetos sociais para suprir necessidades e melhorar a qualidade de vida das parcelas mais carentes da população.

 

SEDE

Parque da Água Branca

A atual sede do Fussesp está inserida num ponto tradicional da capital paulista, o Parque Doutor Fernando Costa, mais conhecido como Parque da Água Branca. Localizado na Zona Oeste, o acolhedor espaço de 137 mil metros quadrados tem ares de fazenda e abriga atrações como o Museu Geológico e a Casa de Caboclo, uma réplica das residências da zona rural, o Aquário e o Relógio do Sol.

Mas não é só isso. Também oferece equipamentos de ginástica na Praça do Idoso, ideais para o público da terceira idade, o gracioso Espaço da Leitura, festas permanentes e rodas de viola aos fins de semana, além de uma feira de produtos orgânicos às terças, sábados e domingos, das 7h ao meio-dia, com direito a um concorrido café da manhã. Possui ainda Arena Hípica, Centro de Referência em Educação Ambiental e espaços para exposições e feiras em geral.

Criado em 02 de junho de 1929 pelo então Secretário da Agricultura Dr. Fernando Costa, o prédio foi construído no estilo Normando, projetado por Mário Whately, com vitrais fabricados pela Casa Conrado, em estilo Art Déco, desenhados por Antônio Gomide. Em 1996, o complexo, que pertence à Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento, foi tombado pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico). Endereço: rua Ministro Godói, 180.

Antes de se tornar sede do Fundo Social, o edifício abrigava o Departamento de Produção Animal do Parque Dr. Fernando Costa e, posteriormente, a Divisão Regional Agrícola. Em 1980, o então governador Paulo Maluf, transferiu para o endereço a sede do Fundo de Assistência Social, chamado hoje de Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo.

A antiga sede no Palácio dos Campos Elíseos

O primeiro local que abrigou o Fundo Social foi o Palacete Elias Chaves, na antiga Chácara dos Bambus, onde atualmente fica a Avenida Rio Branco. Construído no final do século XIX pelo fazendeiro de café Elias Antônio Pacheco, é uma réplica do Castelo de Écouen, na França, do século XVI.

O prédio foi adquirido em 1911 pelo governador Albuquerque Lins e, em setembro de 1912, foi inaugurado pelo governador Rodrigues Alves, como Palácio dos Campos Elíseos. Durante 52 anos, o palacete foi sede do governo paulista.

Em 27 março de 1968, o Palácio dos Campos Elíseos passou a abrigar a sede do “Fundo de Assistência Social do Palácio do Governo”, criado pelo governador Roberto Costa de Abreu Sodré. A primeira dirigente da instituição foi a sra. Maria do Carmo Mellão de Abreu Sodré.

Compartilhe